Wiki Doki Doki Literature Club!
Advertisement




Sayori (サヨリ) é uma personagem no jogo Doki Doki Literature Club!. Ela é a vice-presidente do Clube de Literatura, amiga de infância do protagonista e uma das três personagem para quem o jogador pode escrever poemas

Ato 2[]

Sayori se apresenta como uma personagem com cabelo rosa claro e olhos azulados, para ir a escola, assim como as outras garotas da série, utiliza uma saia curta azul-escura, um laço vermelho próximo ao pescoço, uma jaqueta acinzentada e uma camiseta branca simples (conjunto do uniforme colegial), além de usar meias brancas altas com um sapato (aparenta ser de balé) azul-claro

Personalidade[]

Sayori é inicialmente retratada como o arquétipo de personagem de uma “Genki Girl”, expressando uma disposição alegre e alegre. Ela é muito desajeitada, conhecida por encontrar maneiras de se machucar acidentalmente ou deixar cair coisas aleatórias. Independentemente disso, ela se mostra uma pessoa brincalhona e astuta que pode enganar os outros para conseguir comida, mostrada após conseguir comer o biscoito de Natsuki sem sua permissão. Sayori também é conhecida pela protagonista por ficar obcecada com atividades pelas quais ela perde o interesse mais tarde. Ela afirma que escrever poesia e estudar literatura é diferente para ela desses outros interesses porque a ajuda a explorar seus sentimentos.

No entanto, é mais tarde revelado que ela sofre de depressão grave e trabalha muito para deixar as pessoas ao seu redor felizes para lidar com sua própria falta de amor próprio, entre outras coisas. Ela também costuma ser a única personagem, além da protagonista, mostrada para acabar com as discussões. Monika observa que os sentimentos da mesma são necessários para manter uma atmosfera relaxante no Clube de Literatura. Isso é comprovado por sua ausência no Ato 2. neymar observa que, embora pareça uma boa líder, Sayori geralmente é melhor quando se trata de lidar com pessoas, principalmente em mediações. Ela faz o possível para ajudar todos a serem felizes e não gosta de atenção direcionada ao seu bem-estar porque se sente indigna de qualquer coisa que os outros tenham a oferecer a ela.

Sayori também é apresentada como amiga de infância do protagonista. O protagonista parece vê-la como uma cabeça de vento e um pouco irritante no início do jogo, mas começa a simpatizar com ela depois que ela confessa sobre sua depressão.

A depressão de Sayori a deixa desorganizada, e muitas vezes ela não consegue encontrar um motivo para sair da cama de manhã quando tenta acordar, e é por isso que geralmente se atrasa para a escola. Seu quarto, que o protagonista limpava regularmente para ela, também é considerado desarrumado. O protagonista observa como não houve muita mudança nela, e as mudanças que o protagonista percebe nela mais tarde são devido à interferência de Monika, amplificando sua depressão e tendências suicidas.

Sua depressão parece fazê-la acreditar que não merece ser amada, mas ao mesmo tempo quer ser amada, principalmente pelo protagonista, por quem tem uma queda. Quando o jogador escolhe perseguir uma das outras garotas, Sayori parece sofrer porque ela secretamente quer que o protagonista a ame enquanto ao mesmo tempo sente culpa por se sentir mal em primeiro lugar. Sua depressão também é gradualmente amplificada por Monika neste ponto. No entanto, se o jogador escolher ativamente perseguir Sayori, ela ainda sentirá culpa, pois não acredita que merece ser amada. Independentemente da escolha do jogador, Sayori se matará um dia antes do festival. A relação com o protagonista e a felicidade alheia são seus principais mecanismos de enfrentamento, pois acredita que se fizer todos felizes, não terá motivo algum para ser infeliz.

Quando Sayori confessa seu amor pelo protagonista, ela irá abraçá-lo ou fugir com uma expressão de dor, dependendo se o jogador aceita seus sentimentos ou os rejeita. No dia seguinte, o protagonista irá para a escola sem ela, supondo que ela ainda esteja dormindo. Lá, ele vai ler um poema escrito por Sayori chamado "%", com as palavras "Saia da minha cabeça" repetidas constantemente. Isso fará com que o protagonista entre em pânico e vá até a casa de Sayori, onde ela será encontrada morta, pendurada em um laço com sangue nas mãos. Se o jogador tentar carregar seu salvamento após sua morte, o jogo afirma que os arquivos salvos estão corrompidos e reinicia completamente, como se Sayori nunca tivesse existido. Isso marcaria o fim do Ato 1.

Muitas pessoas não perceberam por que as mãos de Sayori estão ensanguentadas. Monika afirma no Ato 3 durante sua conversa com o jogador que as mãos de Sayori estão ensanguentadas porque seu enforcamento não a matou instantaneamente, tendo saltado de uma cadeira em vez de um lugar mais alto, este último que teria tornado sua morte rápida e indolor.

Após Monika restaurar o arquivo de cada membro, no início do Ato 4, Sayori estará novamente presente no jogo, viva e bem. Natsuki e Yuri também estarão presentes, também ilesos. Desta vez, Sayori é a presidente do clube em vez de Monika. No final do jogo, um dos dois finais acontecerá. Se o jogador atingir o final normal, Sayori revelará isso, já que agora também é autoconsciente, possivelmente porque agora é a presidente do clube, e agradecerá ao jogador por deletar Monika. A cena então se move do clube para a sala em que Monika estava durante o Ato 3, enquanto ela afirma como ficará feliz por estar com o jogador para sempre. Monika irá deletar Sayori, afirmando que ela "não vai deixá-la machucá-lo", e então irá deletar o jogo inteiro.

Se o final bom for alcançado, Sayori agradecerá ao jogador por passar um tempo com todas as garotas, dizendo que é tudo o que ela queria. Ela então agradecerá ao jogador por jogar Doki Doki Literature Club e, com algumas lágrimas nos olhos, dirá que todos amam o jogador.

Vale a pena notar que o Ato 1 estabelece que Sayori dorme por causa de sua depressão, e é por isso que ela costuma se atrasar para a escola. No Ato 4, no entanto, Sayori diz ao protagonista que ela tem acordado na hora ultimamente. Isso implica que sua depressão foi aliviada até certo ponto.

Palavras Preferidas[]

Ato 1
  • Amor
  • Amigos
  • Azar
  • Aventura
  • Apaixonada
  • Alegria
  • Abraço
  • Arco-íris
  • Alma
  • Empolgação
  • Esperança
  • Escuro
  • Ensolarado
  • Extraordinário
  • Encorajamento
  • Especial
  • Encanto
  • Êxtase
  • Morte
  • Medo
  • Maravilho
  • Música
  • Miseria
  • Memorias
  • Magoa
  • Meiga
  • Romance
  • Rosa
  • Risada
  • Bobo
  • Beleza
  • Barulhento
  • Brincar
  • Brilho
  • Beleza
  • Felicidade
  • Fogos de artificio
  • Família
  • Festa
  • Ferias
  • Feriado
  • Flor
  • Nuvem de chuva
  • Não correspondido
  • Natureza
  • Solidão
  • Sortudo
  • Sorriso
  • Sem esperança
  • Sensacional
  • Serena
  • Coração
  • Casamento
  • Cor
  • Cama
  • Calor
  • Charme
  • Conforto
  • Canto
  • Choro
  • Calmaria
  • Cicatriz
  • Infancia
  • Incrivel
  • Ofuscar
  • Oceano
  • Tristeza
  • Tragedia
  • Tesouro
  • Doce
  • Depressão
  • Diversão
  • Devaneio
  • Desajeita
  • Deslumbrante
  • Dor
  • Dança
  • Desastrado
  • Derrota
  • Desfortuna
  • Junto
  • Lagrimas
  • Legal
  • Paixão
  • Preguiça
  • Pena
  • Promessa
  • Prece
  • Perdão
  • Parentes
  • Partido
  • Precioso
  • Pesar
  • Por do Sol
  • Pacifico
  • Passado
  • Vergonha
  • Voar
  • Vazio
  • Vaga-lumes

Curiosidades[]

Se o arquivo de personagem de Monika (monika.chr) for excluído antes da primeira execução, Sayori parece perceber que está presa em um jogo. Ela então forçará o jogo a fechar e deletar os arquivos dos outros personagens, incluindo ela mesma. Se o jogador abrir o jogo depois que isso ocorrer, uma tela em preto e branco com ela pendurada aparecerá em vez da abertura usual e do menu principal. Após 10 minutos, um texto escrito com a caligrafia dela aparecerá à direita da tela dizendo "Agora todos podem ser felizes".

   Se Sayori for excluída durante o Ato 1, a tela em preto e branco com ela se enforcando também aparecerá imediatamente se o jogador reabrir o jogo.

No Ato 4, Sayori está programada para ser a presidente do clube. No entanto, como presidente, Sayori começa a exibir autoconsciência como Monika fez e começa a quebrar o jogo. É interessante notar que ela não exclui Natsuki ou Yuri por razões desconhecidas, mas tenta formar um final apenas com ela e o jogador. Porém, ela é impedida de ir longe demais por Monika, que percebe que não tem como o clube ficar feliz e apaga todo o jogo.

   Depois de alcançar o final especial, Sayori agradecerá ao jogador por passar um tempo com todos os personagens e não interromperá o jogo.

Quando o jogo prosseguir para o Ato 2, o sprite de Sayori no menu principal será substituído por um amálgama de todos os outros personagens presentes (Yuri, Natsuki e Monika).

O arquivo de Sayori pode ser decodificado em um arquivo .ogg, que tocará algum tipo de guincho alto e abafado. A execução do áudio por um espectógrafo revelará um código QR, que leva ao site do Projeto Libitina.

É confirmado pela Monika em um de seus diálogos durante o ato 3 que Sayori tentou se libertar da corda amarrada em seu pescoço na noite de sua morte com suas mãos, o que justificaria o sangue nas mesmas durante a cut-scene, porém, não foi muito efetivo.

A versão de Sayori de "Ok, pessoal!" envolve uma flauta suave acompanhada de um ukulele e estalos ao fundo, provavelmente referindo-se à sua personalidade do tipo Genki Girl.

Dan Salvato afirmou no livreto do fan pack que o nome de Sayori é uma fusão entre 'Sayuri' e 'Saori', portanto não tem significado tradicional. No entanto, "Sayori" (さより) é um nome real para meninas japonesas (assim como o nome do peixe meio-bico japonês), embora incomum, como visto com a dubladora Sayori Ishizuka, bem como o artista pseudônimo por trás de Nekopara.

Como também observado no livreto do fan pack, Dan escolheu Sayori como a personagem que inadvertidamente desencadeia o lado de terror do jogo em grande parte porque ele sabia que isso atingiria os fãs de anime com mais força, ou seja, ver a garota arquetípica que quer que todos sejam felizes ser aquele que se suicida.

Em uma transmissão ao vivo comemorando o primeiro aniversário do lançamento do jogo, Dan citou a personagem Yui Hirasawa de K-On! como uma inspiração para o personagem de Sayori.

Sayori e Yuri são os únicos personagens que realmente morreram no jogo, enquanto todos os outros (especificamente Natsuki e Monika) foram todos excluídos do jogo (embora Yuri e Sayori também tenham sido excluídos após a morte).

Ela ama coisas fofas e merece todo o amor desse mundo , ela é incrível e muito importante pra mim

Referências[]

1- Declaração de idade por Dan Salvato no subreddit Discord = 2- Altura do conceito e declaração sobre a altura do cânone = https://imgur.com/a/hWCAX 3- Tweet de Satchely (artista de personagens de DDLC) sobre as cores de cabelo de Monika e Sayori = https://twitter.com/_Satchely/status/958935975748620288

Advertisement