FANDOM


O ato 1 consiste principalmente em paquerar três das quatro meninas: SayoriYuri e Natsuki. É o único ato sem falhas ou saltos, já que Monika ainda não começou a quebrar o jogo ou alterar as personalidades das outras meninas (além de Sayori e a cena em que ela se mantém à medida que a manipulação de Monika começa). Ao longo do ato, o jogo parece ser um visual novel.

Neste ato, você pode escrever poemas para Sayori, Yuri ou Natsuki. Você pode falar com cada uma delas e passar o tempo com a sua amada. Sayori geralmente gosta dos seus poemas independentemente para quem você escreveu mas ela comentará depois que sabe que você escreveu para Natsuki ou Yuri. Enquanto ela tenta esconder sua tristeza, fica evidente que Sayori está incomodada com a falta de atenção. Se você checar os arquivos do jogo, você irá ver que Monika está colocando arquivos ou documentos no diretório do jogo depois que você escrever cada um dos poemas, independente para quem estás a escrever.

Sayori irá ser a única pessoa que confessa para você no primeiro ato. Ao rejeitar a sua confissão resulta numa decepção e desespero, aceitando sua confissão não irá alterar o percurso do jogo, salvo para algumas linhas de diálogo e CG. Apesar do fato que no jogo não apareceu mudanças ainda, é visto uma mudança fundamental na personalidade da Sayori, de uma garota feliz, borbulhante para uma melancolia mais agridoce (e da depressão para o suicídio em apenas alguns dias), o qual a manipulação da Monika com a depressão dela é fortemente implícita (e mais tarde confessou) ter alterado a parte. O ato 1 se encerra quando o jogador vê a Sayori enforcada no seu quarto.

Segundo Dia Editar

Rota da Natsuki Editar

Se o jogador escolhe escrever para Natsuki, no segundo dia ele irá encontrar ela procurando mangás na despensa da sala de aula. O jogador irá passar um tempo com ela no clube, lendo mangá "Parfait Girls", o qual Natsuki particularmente gosta. O jogador irá receber o CG com eles lendo mangá.

Uma vez que chega o momento de compartilhar poemas, Monika, Sayori e Yuri comentam sobre a semelhança da escrita com o estilo da Natsuki. Ela fica nervosa e rejeita o poema do jogador como simplesmente "ok", demonstrando traços típicos de uma tsundere, ao qual ela é comparada.

Rota da Yuri Editar

Se o jogador escolhe escrever para Yuri, no segundo dia implicará numa leitura do livro que ela comprou pra ele (embora ela negue isso), o que mostra um CG de leitura ao lado do outro do mesmo livro.

Quando compartilhado o poema do jogador com a Yuri, ela fica surpresa mas fornece um feedback construtivo para o jogador considerar e usar para melhorar seu estilo de escrita.

Rota da Sayori Editar

Se o jogador escolher escrever para Sayori, o protagonista estará dormindo em sua classe porém escuta a conversa entre a Sayori e a Monika. Ele se assusta ao ver a Sayori próximo do seu rosto. Ela mencionará ao protagonista que deveria dormir mais tempo, ele responde que ela deveria se levantar mais cedo. O protagonista nota que Sayori não se arrumou direito e saiu às pressas de casa, por ter o uniforme mal arrumado e os botões por fora. Então o protagonista parte para arrumar os botões e ajeitar o blazer da Sayori. Isto resulta num CG.

Quando compartilhado o poema com Natsuki, ela comenta que não gostou das palavras e com Yuri surpresa com as palavras. Ao compartilhar com a Monika ela comenta que é parecido o poema com o estilo de escrita da Sayori e também dirá a ela que não apenas coisas alegres que gosta mas também de coisas tristes. Ao mostrar o poema a Sayori, ela ficará encantada, mencionando que o motivo de estar encantada é devido a ser um poema escrito pelo protagonista, mas também que ele é um membro do clube.

Terceiro dia Editar

Rota da Natsuki Editar

No terceiro dia, Monika é encontrada movendo todo os mangás da Natsuki para o topo, forçando a Natsuki a encontra uma maneira de alcança-los. Isso recompensa com a CG do jogador segurando a cadeira enquanto a Natsuki pega a caixa do mangá. Uma vez que ela tenha a caixa, ela pede ao protagonista para pegá-la, mas ela muda de ideia quando percebe que a protagonista pode ver sua saia. Sua raiva nesta situação faz com que ela caia, e ela cai em cima do protagonista, acidentalmente fazendo com que ele enrugue uma página em um dos mangás.

Rota da Yuri Editar

Rota da Sayori Editar

No terceiro dia, Sayori irá convidar o jogador para buscar o material para o festival (em caso do jogador ter escrito a ela no dia anterior). Monika a interrompe sugerindo que seria melhor ela ir mas Sayori termina dizendo que quer ir com ele. Na sala, ao buscar materiais pro festival, Sayori acha lápis de cor e ao procurar a sua cor favorita, acaba batendo a testa, com isso desbloqueia o CG da Sayori no chão com a mão na testa. O protagonista compra uma garrafa de suco de maçã da máquina para conter o inchaço. Ao chegar, o protagonista dá a ela para aliviar o inchaço. Eles lembram da sua infância, como jogavam juntos e situações como esta que eles passaram. Depois Sayori e o protagonista voltam ao clube.

E ao compartilhar os poemas, Sayori fica extremamente feliz com o poema e pede para ficar com ele. Monika comenta a semelhança da escrita do jogador com o da Sayori.

Quarto dia Editar

Rota da Natsuki Editar

Rota da Yuri Editar

Rota da Sayori Editar

No quarto dia, ao ver o poema, ela pensou que ele escreveria para Yuri ou para Natsuki, deixando a surpresa. Porém, Sayori fica triste ao ver que o protagonista escreveu outro poema para ela. Ela questiona o porquê do protagonista não se aproximar das outras garotas. Confusa e triste, Sayori comenta que irá para casa mais cedo e pede para que seja avisado a Monika.

Ao compartilhar os poemas, Monika comenta que a escrita do protagonista é igual ao da Sayori, referindo-se que eles estejam ligados e até mesmo mais íntimos.

Fim de semana Editar

Rota da Natsuki Editar

Rota da Yuri Editar

Rota da Sayori Editar

No dia anterior, o protagonista fica preocupado com a sua melhor amiga, devido a ela ter saído de repente sem maiores explicações.

Antes da Yuri ou Natsuki (dependendo da escolha feita pelo jogador) chegar, ele vai na casa da Sayori ver como ela está. Ao chegar, Sayori fica surpresa em vê-lo ao entrar no seu quarto. O protagonista comenta se Sayori está bem. Desconfiado, ele pergunta o que aconteceu. Sayori começa a se culpar, dizendo que não era pra ter acontecido isto, ela comenta que ela teve uma depressão profunda desde a infância, sempre procurando motivos para ir a escola, comer e etc. Protagonista vê e a abraça com força, comentando que ele se importa com ela e pedindo que ela fale, converse com ele. Sayori retribui o abraço. Ao se separarem, ele convida ela para passarem o festival juntos.

Dia do Festival Editar